O cenário de Luciano

O deputado Luciano Nunes (PSDB) não é candidato de si próprio ao governo do Piauí. Ele é o candidato de um grupo que enxergou nele a possibilidade de se apresentar ao eleitor como uma alternativa realmente nova ao fazer político atual. A caciqueria da oposição – assim como os morubixabas governistas – sabe que se apresentarem uma de suas velhas faces à consideração do eleitor há o risco de a rejeição chancelar o sopro de novidade onde ele não existe, ou seja, na seara governista, onde Wellington Dias (PT) pretende obter um quarto mandato. Luciano Nunes, quatro vezes deputado estadual, vê sim a possibilidade de avançar a ponto de derrotar o esquema governista, visão que pode parecer fantasiosa para muitos. Não é a postura dele uma miragem, embora a figura em si não seja tão impactante para ter empatia com o eleitor, mas a oposição por pior que esteja tem de saída algo como um terço das intenções de votos. Assim, o parlamentar tucano resolveu dar asas a esse projeto, até porque entendeu que cumpriu muito bem seu papel como parlamentar, tendo agora que buscar algo a mais, correr o risco, já que isso é que faz um político ser maior que seus pares. Resta a Luciano mostrar disposição e começar a ser notado pelos eleitores, para que se torne uma real alternativa. Por enquanto, a candidatura representa apenas uma boa vontade.

Ulysses Filho, novo presidente do CREA-PI faz agrados á oposição
Ulysses Filho, novo presidente do CREA-PI faz agrados á oposição

The flash
O governador Wellington Dias assinou decreto expulsando o soldado Dornel dos Quadros da PM, pelo assassinato da menina Emilly Caetano e ter ferido a bala o pai, o cantor e a mãe.
Essa rapidez não se vê em relação ao capitão Alisson Wattson que fria e cruelmente matou a namorada Camila Abreu.

Georeferenciado
Um repórter de TV disse ontem que a Bahia faz fronteira com o Piauí. 
Isso não só soa estranho, mostra total ignorância a um dado comezinho, que se aprende cedo, no ensino fundamental
E a regra é simples: fronteira é entre países, divisa entre Estados e limite entre municípios.  

Bom sinal
O agrônomo Ulysses Filho assumiu a presidência d CREA-PI disposto a unir todo mundo, inclusive os que contra ele disputaram as eleições. 
Tanto que deu aos adversários a oportunidade de participar de sua gestão.

Luiz Brandão
Aproveitando o recesso do judiciário o desembargador Luiz Gonzaga Brandão visitou varias livrarias da área jurídica em alguns Estados e surpreendeu-se com várias citações de civilistas modernos ao jurista Wilson de Andrade Brandão, ao lado de autores internacionais.

Um exemplo
Citando que na sua formação intelectual e jurídica inspirou-se em Wilson de Andrade Brandão, o desembargador destacou o livro de Arnaldo Rizzardo “Introdução ao Direito e Parte Geral do Código Civil”, que cita o jurista piauiense já falecido.

Blitz
A Polícia Rodoviária Federal apreendeu ontem uma penca de ônibus urbanos trafegando na Avenida João XXIII, que é a BR-343, cheios de irregularidades. Deles, caindo aos pedaços. 
Como a Strans só se preocupa em multar, não lhe é interessante ver esses problemas nos coletivos.

Caserna violenta
Na solenidade de abertura do Ano Legislativo consta a ‘revista à tropa’ pelo governador do Estado.  Todo cuidado nessa hora. Dias atrás, um chefe de governo levou uma bordoada de um soldado que estava perfilado e chateado com o pequeno aumento que ganhou no soldo
Não se sabe o grau de satisfação (ou insatisfação) da tropa daqui.

Pardal da multa
A indústria da multa em Teresina rende. E como rende. Não basta o medidor de velocidade fixo, nos sinais. 
Eles agora são ambulantes. A Strans os coloca – sem qualquer sinalização de aviso – na Avenida Petronio Portella.
Devem estar em toda a cidade e o motorista não os vê.

Oficial de justiça
O presidente do Tribunal de Justiça do Piauí, Erivan Lopes, nomeou ontem, seis oficiais de Justiça, aprovados no último concurso público, ocorrido em 2015. 
Pronto, estão nomeados também oficiais de justiça.

A vida é dela
Conta-se que antes de ser libertada pelo juiz Antônio Noleto, acusada de envolvimento pela morte do cabo Claudemir, Maria Ocianira recebeu uma cabeleireira em seus ‘aposentos’ na Penitenciária Feminina, para fazer unhas e escova.

BR da morte 
A BR-135 continua sendo a rodovia da morte. O percurso entre os municípios de Eliseu Martins e Bom Jesus, onde ocorreram várias mortes ano passado, continua extremamente precário.
As obras anunciadas pelo governo não passaram de paliativos em pequenos trechos da BR.
E ai eles faturam junto ao eleitor como se tivessem feito o serviço todo.

Holofotes
A rodovia permanece estreita e sem sinalização levando risco aos carros – principalmente automóveis na hora de ultrapassar com caminhões ou ônibus.
Mas essa situação da rodovia levou os políticos aos holofotes com as promessas – somente promessas – de trabalharem para reconstruí-la. 
Só no gogó.

Ping Pong

Nova Iorque

A deputada Iracema Portella se encontra com o irrequieto Raimundinho Santana, de Corrente, no estúdio da TV Cidade Verde. 
Iracema: “Raimundinho, você nunca mais nos telefonou?” 
Raimundinho: “É que eu estava em Nova Iorque...” 
Iracema: “E nós também. Por que você não nos procurou?” 
Raimundinho: “Porque na Nova Iorque em que eu estava, lá no Maranhão, não tem celular”.

Originalmente publicado em 20 de junho de 2012.

Expressas

A chuva de ontem no final da tarde teve o pacote completo de dissabores na cidade, com alagamentos puxando a fila.

A buraqueira na BR-316, entre a rotatória do Porto Alegre e a Casa de Custódia é um desrespeito aos usuários da via.

Vai de mal a pior a sinalização da obra de duplicação da BR-343 na saída Leste de Teresina.