O tamanho do déficit 2

Na edição de 27 de fevereiro de O Dia e também na coluna veiculada no Portal AZ, discorreu-se sobre o déficit fiscal do Piauí, que cresce à revelia de medidas restritivas de gasto com pessoal. Na quinta-feira da semana passada, um documento da Secretaria da Fazenda do Estado mediu parte do déficit fiscal ao informar que o Piauí não conseguiu cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal no que tange ao limite de gasto com pessoal. Segundo a lei, o limite de gasto com pessoal poderá ser de 54% das receitas correntes líquidas. O Estado gastou 57,16%. Com os 6% destinados a gastos dos demais poderes, o percentual de gastos com pessoal chegou a 63,16% das receitas. No âmbito do Executivo, o gasto a maior foi de R$ 253 milhões – o que representa uma pequena fortuna capaz de cobrir todas as despesas do Ministério Público Estadual no período de um ano, por exemplo. Evidentemente que se o Estado extrapolou no fechamento do ano de 2017 os limites de gastos com pessoal impostos pela Lei de Responsabilidade Fiscal, segue nesse mesmo percurso – muito embora possa sair dessa condição em face da elevação da arrecadação federal, que em 2018 teve um janeiro com crescimento nominal de 10%, ou seja, um enorme crescimento real que pode dar um refresco no embaraço fiscal em que o Estado do Piauí está metido. 

Ferrer e Pessoa: a dupla de velhinhos pode aprontar uma chapa própria para o Senado e Governo
Ferrer e Pessoa: a dupla de velhinhos pode aprontar uma chapa própria para o Senado e Governo

Dívida
O Piauí fechou o ano passado com uma dívida que soma R$ 3.288.148.476,62. Isso corresponde a 41,07% das receitas líquidas do Estado ou mens de um quarto do valor possível para a contratação de novos empréstimos, de acordo com resolução do Senado, que é de R$ 16 bilhões.

Atraso
O Governo do Estado atrasou mais uma vez o pagamento da parcela da indenização às famílias vítimas do rompimento da Barragem de Algodões, em Cocal, tragédia que matou nove pessoas e dizimou tudo numa das regiões rurais mais produtivas do município, em maio de 2009. As famílias estão sem saber o que fazer.

Nem aí
A parcela, de R$ 2 milhões, era para ter sido paga no dia 25 de fevereiro. Até ontem, nada. O pagamento é de responsabilidade da SASC (Secretaria de Assistência Social e Cidadania), cujo secretário é Zé Santana, do MDB, deputado licenciado que vai concorrer à reeleição.

Eleições
O deputado federal Maia Filho, o Mainha (Progressistas) esteve na semana passada com o presidente da Fundação Municipal de Saúde, ex-prefeito Sílvio Mendes. Discutiram projetos para a saúde de Teresina. As eleições de outubro, naturalmente, também entraram na pauta.

Disposição e fé
Podem dizer qualquer coisa do ex-ministro João Henrique de Almeida Sousa. Menos que ele não tem fé e muita disposição para correr atrás da candidatura ao Palácio de Karnak.
O homem tem percorrido o Estado com garra de candidato para valer.

Rincão
Ontem, em pleno meio-dia de sábado, ele estava em Vera Mendes, cidadezinha da região de Picos a quase 400 quilômetros de Teresina, Ali, se reuniu com dirigentes locais do MDB para pedir apoio à candidatura própria do MDB ao Governo do Estado.

Maratona
João Henrique está na estrada desde quarta-feira passada (1º). Até ontem tinha visitado cerca de 30 cidades das regiões de Picos e Paulistana, mobilizando as bases do MDB em torno da candidatura própria a governador.

A dupla
Dias atrás andaram fazendo chacota de uma foto em que apareciam juntos Elmano Ferrer e Dr. Pesssoa, informando estar ali o encontro de nada com coisa nenhuma.
Pois, para os que desdenham e os que temem, a coluna informa que essa dupla tem um sério propósito: formar chapa para disputar as eleições.

O projeto
O projeto do deputado estadual a caminho da Rede e do senador que se abriga no MBD é lançarem-se, respectivamente, ao Senado e ao governo do Estado.

Senador
Quem também quer ser senador pelo Maranhão é o ex-vice-presidente da Câmara, Valdir Maranhão, aquele que assumiu o cargo e mandou suspender o processo de impeachment de Dilma Roussef. Agora filiado ao Avante, ele quer ficar com uma das vagas em disputa, atualmente ocupadas por Edson Lobão e João Alberto.

Extorsão
Os carregadores de volumes da rodoviária de Teresina estão cobrando R$ 10 para levar três malas das plataformas de desembarque até um carro ou táxi.
Não são mais que 70 metros. Se uma pessoa pegar um táxi levando volumes até o Tancredo Neves ou Morada Nova, bairros próximos, gastará menos que R$ 10.

Ping Pong

O ruim e o pior

O ministro Luís Roberto Barroso, do STF, iniciou sua palestra na sexta-feira no Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI) dizendo que a crise ética e moral jogou o país numa onda de negatividade. E ele fez questão de frisar que não compartilha desse pessimismo. E, para não deixar dúvidas, exemplificou:
- Eu não sou igual ao personagem da história que meu colega Ayres Britto (ex-ministro do Supremo) gosta de contar, aquela que o médico encontra o paciente e diz: “Amigo, eu tenho duas notícias para lhe dar – uma ruim e a outra pior ainda.
O paciente – Pois diga a ruim.
O médico – Você só tem 24 horas de vida.
O paciente, desesperado – E o que pode ser pior do que isso?!
O médico – Desde ontem que é pra eu te dizer isso.

Expressas

Os buracos na avenida Presidente Médici (BR-316) em Timon fazem daquela pista um lugar para rally.

Com as chuvas fortes de março, Teresina pode tentar, quem sabe, um lugar no Guiness como uma cidade muito esburacada.

Mas vai ser um páreo duro escolher a cidade mais esburacada, porque neste campeonato Fortaleza e São Luís bate um bolão.