Muitos palanques

A campanha presidencial de 2018 terá uma multidão de candidatos. Possivelmente não vai chegar ao recorde de pretendentes havidos em 1989, mas pelo menos uma dezena de nomes pode estar na urna eletrônica. Ontem, a Folha de São Paulo, embora sem listar nomes, contabilizava 18 postulantes ao Palácio do Planalto. De caricaturas como Levy Fidelix, do PRTB, e Eymael, o eterno candidato do PSDC, os palanques vão ter nomes que até aqui aparecem com maior densidade tanto política quanto eleitoral, como o caso dos já lançados Jair Bolsonaro (PSL), Rodrigo Maia (DEM) e Ciro Gomes (PDT), passando ainda por Geraldo Alckmin (PSDB) e Luís Inácio Lula da Silva (PT), cujos partidos polarizaram as eleições presidenciais desde 1994 até 2014. Tantos candidatos assim podem gerar uma situação de incômodo nos Estados. Tome-se o caso do PSDB no Piauí, que tem um pré-candidato a governador e é aliado local do DEM. Os dois partidos têm candidato a presidente, do mesmo modo como o PDT, aliado em nível local do PT, terá um nome próprio na disputa. Essa situação poderia até mudar se os partidos não precisassem fazer volume de votos para deputado federal, carecendo, assim, dispor de palanques presidenciais. Como é improvável a alteração na profusão de palanques presidenciais, podemos nos preparar para uma campanha bem agitada.

Heráclito não acredita apoio do Progressistas à candidatura de Rodrigo Maia
Heráclito não acredita apoio do Progressistas à candidatura de Rodrigo Maia

Novo vice
Embora no MDB esteja todo mundo dizendo que o ungido na legenda para a indicação de vice na chapa de Wellington Dias (PT), começa a tomar corpo no partido um movimento que pretende colocar na chapa o ex-ministro da Saúde da companheira Dilma, o deputado federal Marcelo Castro.
Se isso ocorrer vai ser uma traição grande a Themistocles.

Sem sentido
Iracema Portella nega que seja nome para vice numa chapa de Wellington Dias. A deputada federal afirma que será candidata à reeleição, assim como tentará um novo mandato de senador o marido dela, Ciro Nogueira.

Nomes
Cada vez menos candidato a governador, Firmino Filho tem deixado que os novos tucanos e aliados comecem a construir uma plataforma de voo para Luciano Nunes. O deputado estadual está em campanha e só tem admitido uma candidatura do prefeito por delicadeza e urbanidade.

Data
Fabio Abreu (Segurança) vai deixar a pasta no dia 3 de abril. Deixa no cargo um lugar-tenente, o coronel Rubens Pereira, que já comandou a PM. Antes de voltar ao mandato de deputado federal, o secretário vai filiar-se ao Partido da República, dia 28 de março.

Revolta 1
Servidores do Iaspi encontram-se revoltados porque descobriram que existem dois diretores que estão acumulando irregularmente o salário de diretor, do Conselho, e, de quebra, ainda recebem como médicos auditores do órgão.
Acaba não mundão!

Revolta 2
Segundo os mesmos servidores, o Plamta ainda mantém a política de ressarcimento de despesas fora do Estado a determinados privilegiados.
Sem falar que essas contas de cirurgias são sempre astronômicas, e bancadas pelo servidor do Piauí.

Revolta 3
O mandato da diretoria desses conselhos não pode ser renovado além de dois anos.
Isso, todo mundo sabe. Só esqueceram de dizer que os diretores que, ainda por cima, acumulam irregularmente os cargos de Conselheiros , renovaram recentemente os mandatos.

Vai confiar?
Quando soube que Rodrigo Maia, já candidatíssimo a presidente da República, pelo DEM, poderia ter o apoio do Progressistas, o deputado federal Heráclito Fortes foi ácido na crítica ao presidente nacional da sigla:
” Quem confiar em Ciro corre o risco de morrer no caminho”.

Excesso de prazo
Um juiz federal mandou soltar Joesly Batista, por excesso de prazo. O bandoleiro estava há seis meses em prisão preventiva.
Se outros magistrados pensarem assim, Cunha e outros presos preventivamente há mais de ano estarão com os pés fora da cadeia, já, já.

Alô, Pessoa!
Dr. Pessoa deve andar correndo muito, preparando-se para a corrida ao governo, que não percebe que em Brasília tem gente da pesada trabalhando para que nenhum partido aceite sua filiação.

Sem rumo
Pessoa tentou e não conseguiu chegar a termo para se filiar à Rede, de Marina Silva. Suas chances vão se estreitando na medida em que o tempo passa. Uma das possibilidades agora é de ele ir para o Solidariedade, mas para isso precisa conversar com Mão Santa.

Ping Pong

Teje preso!

O ex-prefeito de Nossa Senhora dos Remédios Ronaldo Lages chega ao Fórum da cidade de Porto, bancando o valente. Grita tão alto que o juiz Ulysses Gonçalves ouve.
Ronaldo: “O que querem comigo...?”
O juiz (surpreso ao vê-lo solto): “Ah e você está é solto?”
Ronaldo: “Tô, sim...”

Expressas

Um buraco enorme na frente da Secretaria Municipal de Administração vai completar uma semana na quarta-feira que vem.

Açudes nas cidades de Fronteiras e Pio IX, que estão entre as mais secas do Piauí, encheram e sangraram.

No cerrado, já tem produtor plantando a chamada safrinha, porque terminou a colheita da soja.