Livro "Cinema Brasileiro e Coprodução Internacional" é lançado no 50º FestBrasília

O lançamento ocorrerá em um stand especial para eventos

O livro "Cinema Brasileiro e Coprodução Internacional", de Flávia Rocha e Dácia Ibiapina, será lançado nesta terça-feira (19), durante o 50º Festival de Brasília de Cinema Brasileiro, a partir das 19h. O Festival acontece no Cine Brasília e o lançamento ocorrerá em um stand especial para eventos, na praça de alimentação. 

SOBRE O LIVRO

“Cinema brasileiro e coprodução internacional”, realizado por Flávia Rocha e Dácia Ibiapina, deve ser uma referência para estudantes e professores de cinema e audiovisual, cineastas e agentes culturais. O fio condutor é compreender a política pública de apoio à coprodução cinematográfica internacional, no seu cruzamento com a preocupação de inserir o cinema “brasileiro” no mercado “global”. 

A obra contem informações relevantes para quem sonha em fazer cinema em parceria com artistas e/ou financiadores de outros países. Além de um levantamento de dados, acordos, editais e programas de apoio à coprodução, o livro traz o resultado de uma ampla pesquisa bibliográfica sobre o tema e entrevistas em profundidade com cineastas brasileiros, diretores e assessores internacionais da Ancine, do Ibermedia e do Programa “Cinema do Brasil”. 

O livro analisa alguns longas-metragens brasileiros realizados em coprodução internacional, adentrando nos bastidores das negociações, dos intercâmbios culturais e dos resultados dos filmes. 

As autoras apresentam como está se dando a busca pela abertura de novos espaços para o cinema brasileiro, para além da expansão e ocupação do mercado interno; no país que é o um dos maiores produtores de filmes na América Latina. 

“‘Cinema Brasileiro e coprodução internacional’ remete também às liberdades individuais dos profissionais de cinema, como o interesse em seguir carreiras internacionais: liberdade de vislumbrar a oportunidade de ter suas obras vistas por outros públicos, outras culturas, outros hábitos, outros valores, outras percepções; a oportunidade de ser percebido com maior valorização, de ganhar maior reconhecimento, de ser visto na ‘selva global’”.

Com esta obra, o leitor terá muitos subsídios para repensar o cinema brasileiro contemporâneo, bem como as vantagens e dificuldades inerentes a esse modo de produção cinematográfica.
 
SOBRE AS AUTORAS

Flávia Rocha é Doutora e Mestre em Comunicação pela Universidade de Brasília (UnB). Cursou Doutorado-sanduíche no Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade, na Universidade do Minho, em Portugal. Jornalista e especialista em Telejornalismo pela Universidade Federal do Piauí (UFPI). Atuou como produtora de TVs e editora de portal de notícias. Apaixonada por cinema e fotografia, dirigiu curtas-documentário e ganhou alguns prêmios de fotografia e telejornalismo. Como pesquisadora, na linha de Políticas de Comunicação e de Cultura, tem se interessado especialmente pelas políticas de apoio à coprodução cinematográfica no Brasil e na Argentina.

Dácia Ibiapina é Doutora em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro e Pós-Doutora em Comunicação pela Universidade Federal do Piauí. É professora de audiovisual da Faculdade de Comunicação e pesquisadora do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade de Brasília, da linha de pesquisa de Políticas de Comunicação e de Cultura. Como cineasta, produziu e dirigiu os seguintes filmes documentários: Palestina do Norte: o Araguaia passa por aqui (1998), O chiclete e a rosa (2001), Vladimir Carvalho: conterrâneo velho de guerra (2005), CinemaEngenho (2007), Entorno da beleza (2012), O gigante nunca dorme (2013), e Ressurgentes: um filme de ação direta (2014).

SERVIÇO:

Lançamento do livro "Cinema Brasileiro e Coprodução Internacional", de Flávia Rocha e Dácia Ibiapina
Data: 19 de setembro de 2017 (terça-feira)
Hora: A partir das 19 horas
Local: Cine Brasília – EQS 106/107 - Asa Sul (em stand especial para eventos, na praça de alimentação) – Brasília-DF

Mais lidas nesse momento