Há cinco anos, uma nova conquista na América!

Diante dos argentinos, no Morumbi, o time brasileiro venceu por 2 a 0

Tricampeão da Libertadores, em 1992, 1993 e 2005, o Tricolor escreveu há exatos cinco anos um novo capítulo no continente: no dia 12 de dezembro de 2012, o clube conquistou o inédito troféu da Sul-Americana. Não foi uma noite comum no futebol, mas nem mesmo a atitude antidesportiva do Tigre-ARG foi capaz de diminuir o brilho da campanha vitoriosa do São Paulo.

Por Rubens Chiri/saopaulofc.net
Por Rubens Chiri/saopaulofc.net

Diante dos argentinos, no Morumbi, o time brasileiro venceu por 2 a 0 e garantiu a festa dos mais de 67 mil torcedores que compareceram ao estádio e viram a consagração do meia-atacante Lucas. O camisa 7 foi o destaque da competição continental.

Herói da conquista intitulada de 'El Campeón Volvió', Lucas partiu para o velho continente e foi defender as cores do clube PSG com a certeza de que a alegria do torcedor estava assegurada. A festa na capital paulista marcou a excelente campanha da equipe, que sequer foi vazada no Morumbi durante o torneio.

DECISÃO

 Assim como aconteceu na Argentina (0 x 0) durante todo o jogo no Brasil os argentinos abusaram de condutas antidesportivas. Ao final da primeira etapa, já na saída para o vestiário, o clima esquentou e os argentinos tentaram agredir os são-paulinos. Na sequência arrumaram confusão com a polícia e com seguranças do clube ao tentar invadir o vestiário adversário e depois não quiseram voltar para o campo alegando insegurança.

O trio de arbitragem esperou o quanto pode, mas o Tigre não voltou para o gramado. Dessa forma, o São Paulo foi decretado o campeão da Sul-Americana de 2012 e a festa tomou conta do Morumbi. Jogadores, membros da comissão técnica, dirigentes e torcedores festejaram com muito orgulho a conquista da inédita taça para o clube.

INVICTO E ARRASADOR!

Para chegar até a final, o São Paulo iniciou a sua campanha diante do Bahia. Venceu por 2 a 0 ambas as partidas, disputadas no estádio de Pituaçu e no Morumbi. Já nas oitavas de final, que abriu a fase internacional do torneio para o Tricolor, a LDU de Loja ficou frente a frente com o clube brasileiro. A viagem até a pequena cidade equatoriana foi desgastante e atrapalhou os planos do time, que acabou empatando por 1 a 1 fora de casa e com o empate sem gols no Brasil avançou para a próxima fase.

Nas quartas de final, o São Paulo mediu forças com a Universidad de Chile, sensação do torneio e atual campeã. O Tricolor, porém, não deu chances para o rival e venceu por 2 a 0 no Estádio San Carlos de Apoquindo e goleou no Pacaembu por 5 a 0, numa atuação de gala dos paulistas.

Na semifinal o time encontrou outro chileno: a Universidad Católica. O empate por 1 a 1 em Santiago e sem gols no Morumbi, deu ao São Paulo a vaga na grande decisão do torneio sul-americano. Após os dois jogos diante do Tigre, o clube brasileiro sagrou-se campeão de forma invicta e inédita, acrescentando mais uma importante conquista a sua extensa galeria de títulos.

Mais lidas nesse momento