WBC fará cinturão especial para vencedor da luta entre Mayweather e McGregor

Conselho Mundial de Boxe anuncia novidade por meio de seu presidente, Mauricio Sulaiman: "Eu vejo esse evento como algo que vai atrair muita atenção e eu apoio isso"

A superluta de boxe entre o pugilista invicto Floyd "Money" Mayweather Jr. e o irlandês Conor McGregor, astro do UFC, no dia 26 de agosto na T-Mobile Arena, em Las Vegas, nos Estados Unidos, vai valer um cinturão. O Conselho Mundial de Boxe (WBC) vai criar um prêmio comemorativo exclusivamente para entregar ao vencedor do embate, cujo categoria de peso foi acordada entre as duas partes em 154 libras (69.85 kg).

Presidente da entidade, Mauricio Sulaiman confirmou o fato ao site "Boxing News".

- Somos apoiadores de eventos que têm um interesse especial. Fazemos peças especiais de arte para esses eventos. Eu vejo esse evento como algo que vai atrair muita atenção e eu apoio isso. Coloca o boxe nos holofotes de todas as pessoas do planeta. Isso é bom para o esporte. Quando fazemos troféus comemorativos, um trabalho de arte, é para adicionar um valor especial. Vamos muitas coisas boas fora do ringue. Seria muito fácil só ranquear lutadores, sancionar lutas e ir para casa. Mas não fazemos isso. Queremos ter certeza de que o boxe está ativo nas mentes das pessoas - relatou o dirigente.
 
Os dois lutadores fizeram o anúncio do confronto através de suas contas nas redes sociais. Primeiro, o irlandês Conor McGregor postou a frase "a luta está marcada" e uma foto do pai de Floyd Mayweather Jr. ironizando seu adversário. Poucos minutos depois, foi a vez de o pugilista publicar uma imagem dos dois com a data da luta - 26 de agosto - e o local - Las Vegas.

Em 49 lutas, o americano Floyd Mayweather Jr. nunca perdeu. Ao todo, foram 26 vitórias por nocaute. Ele foi campeão mundial em cinco divisões de peso diferentes e se aposentou depois de desbancar o compatriota Andre Berto no dia 12 de setembro de 2015, também em Las Vegas. Aliás, a cidade do estado de Nevada é considerada a casa do pugilista de Michigan. Em toda sua carreira, "Money" lutou 26 vezes por lá.



O irlandês Conor McGregor, por outro lado, tem 24 lutas em seu cartel, sendo 21 vitórias (18 por nocaute, uma por finalização e duas por decisão), mas todas nas artes marciais mistas. Ele teve apenas três derrotas, uma para Artemij Sitenkov por finalização no torneio Cage of Truth, outra, também por finalização, para o compatriota Joseph Duffy, no Cage Warriors 39, e a última no UFC 196 para o americano Nate Diaz, novamente por finalização.

Sua última vitória foi contra o americano Eddie Alvarez por nocaute no dia 12 de novembro de 2016, quando ele ganhou o cinturão peso-leve do UFC, a performance da noite e ainda se tornou o primeiro lutador a ter dois cinturões de duas categorias diferentes ao mesmo tempo no UFC (chegou a ter o cinturão dos pesos-penas, mas foi destituído pela organização em dezembro).

A possibilidade de uma superluta entre Floyd Mayweather e Conor McGregor surgiu no início de 2016. Os dois já tinham trocado farpas através da imprensa no fim de 2015. Em março de 2017, o americano disse que estava deixando sua aposentadoria do boxe para encarar o campeão do UFC.

Mais lidas nesse momento