Larissa Manoela diz que aprendeu a lidar com a inveja alheia: ‘Tive que me blindar’

Meus 15 anos, novo filme de Larissa Manoela está em cartaz em todos os cinemas do país

Nada do que Larissa Manoela, de 16 anos, faça passa despercebido. Pequena em seu 1,57m de altura, mas agigantada pelo salto e, principalmente, pela fama, a atriz causou muita histeria durante a pré-estreia do seu mais novo filme, “Meus 15 anos”, na Barra, na última terça-feira. Na trama, que chegou ontem aos cinemas, ela interpreta Bia, uma menina de vida simples, mas invejada pelos amigos da escola.

Larissa Manoela é protagonista do filme
Larissa Manoela é protagonista do filme "Meus 15 anos"

— Eu tinha receio de lidar com a inveja das outras pessoas, de ver gente se afastando de mim ou se aproximando pelo que eu tenho. Não é agradável, mas é inevitável. Tive que aprender a lidar e a me blindar, convivendo com pessoas verdadeiras, que me ajudaram — diz ela.

Ao mesmo tempo em que respondia as perguntas de jornalistas, tirava fotos e acenava para os fãs, Larissa não tirava os olhos dos pais (Gilberto e Silvana). Os dois também procuravam estar sempre por perto. Rapidamente, a jovem comparou a ficção da telona à sua realidade:

— As pessoas nos decepcionam cada vez mais. Amigos, namorado... Diferente de mim, Bia não tem mãe. Então, ela conta tudo para o pai. Eu confidencio tudo para os meus pais, que são meus melhores amigos.

Com discurso de gente grande e respostas na ponta da língua, a estrela de “Carrossel” afirma que o assédio não a assusta.

— Eu já me acostumei. Não é pressão, é prazeroso. O que seria dos artistas se não fossem os fãs ? — questiona ela, orientada pela assessoria a não falar se estaria namorando o ator Thomaz Costa.

Dona de si na frente das câmeras, Larissa só perde o rebolado no colégio:

— Eu me sinto insegura em apresentações da escola. Lá, estou como estudante, é mais difícil, são pessoas que vivem da mesma forma que eu naquele ambiente.

Dedicada e boa aluna

“Meus 15 anos”, baseado no livro homônimo de Luiza Trigo, mostra uma menina insegura, sem grandes vaidades e que descobre a autoconfiança na marra. Exatamente por não fazer parte de nenhum grupinho, ela atrai todos os olhares para si. Criada pelo pai Edu (Rafael Infante), sua vida muda completamente após vencer o concurso de um shopping e ter uma histórica festa de debutante, com direito a show de Anitta. No meio da trama, seu coração se divide entre o amigo Bruno (Daniel Botelho) e o galã da escola, Thiago (Bruno Peixoto):

— Visualmente, eu e Bia não nos parecemos em nada. Mas o que gosto dela é a dedicação ao colégio. Não imaginam, mas sou boa aluna e encaro com responsabilidade.

Mais lidas nesse momento