PT piauiense lança mais 12 comitês para defender a candidatura de Lula

Até 24 de janeiro, data do julgamento do ex-presidente, mais comitês serão lançados

O diretório estadual do Partido dos Trabalhadores (PT) lançou só neste final de semana mais 12 comitês regionais para defender a candidatura de Lula à Presidência da República em 2018. As mobilizações acontecem em todo o país e fazem parte da estratégia do PT de trazer o julgamento do ex-presidente da esfera jurídica para o campo político, provocando assim uma mobilização popular em favor de Lula.

Entre sábado (13) e domingo (14) foram lançados comitês em Floriano; Piripiri; São Raimundo Nonato; Parnaíba; Picos; Valença; Campo Maior; São João do Piauí; Paulistana; Altos; Canto do Buriti e Bom Jesus.

Militantes do PT e de movimentos de esquerda ligados ao partido reunidos no evento de instalação do comitê do município de Esperantina, realizado neste domingo (14) (Foto: Divulgação/Assessoria)
Militantes do PT e de movimentos de esquerda ligados ao partido reunidos no evento de instalação do comitê do município de Esperantina, realizado neste domingo (14) (Foto: Divulgação/Assessoria)

“A criação dos comitês tem sim a finalidade de lutar pela defesa do ex-presidente Lula e mostrar a ele (Lula) que não está sozinho, mas também de resguardar a Constituição Brasileira e assegurar a democracia que todos nós conquistamos nas últimas décadas. Por tanto, vamos unidos, independente do partido político, lutar para que a democracia avance e não atrase”, pontua o deputado Assis Carvalho, durante mobilização em Esperantina, realizada na tarde de ontem.

Assis Carvalho participou da instalação do comitê de Esperantina ao lado do governador do Estado, lideranças e políticos locais e militantes do PT (Foto: Divulgação/Assessoria)
Assis Carvalho participou da instalação do comitê de Esperantina ao lado do governador do Estado, lideranças e políticos locais e militantes do PT (Foto: Divulgação/Assessoria)

Segundo a assessoria do PT no Piauí 215 municípios piauienses, distribuídos em 17 regionais, se unem em ações para protestar contra o julgamento do ex-presidente Lula, que acontece no próximo dia 24 de janeiro.

Dia 22 de janeiro já está prevista grande mobilização em Teresina, com início na Praça da Liberdade (às 10h), e que seguirá pelas principais ruas do Centro da capital e avenida Frei Serafim.

Julgamento

O ex-presidente será julgado no próximo dia 24 pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), em Porto Alegre, e caso seja condenado ficará inelegível por sete anos.

Luiz Inácio Lula da Silva foi condenado pelo juiz Sérgio Moro, no dia 12 de julho do ano passado, a nove anos e meio de prisão. Na sentença Moro também proibiu Lula de ocupar cargos públicos por sete anos. Mas, proibição só valerá se a sentença for confirmada em segunda instância pelo TRF4.  Caso seja condenado Lula não poderá disputar a próxima eleição para presidente.

Mais lidas nesse momento